Pular para o conteúdo

Brechós e aluguel de roupas: tendências sustentáveis de consumo consciente

O segmento de aluguel de roupas está crescendo cada vez mais no Brasil, assim como os brechós. E se pensarmos nos brechós mais especificadamente, sempre foi muito comum comprar em brechós em outros países, como Estados Unidos e muitos da Europa, mas aqui no Brasil não tínhamos esse hábito até pouco tempo atrás. No entanto, o que não era costume, agora está conquistando consumidores fiéis e crescendo pelo país em forma de consumo consciente.

E não é um crescimento que está acontecendo só devido a divulgação boca-a-boca. A tecnologia está ajudando muito esses segmentos a crescerem. Hoje eu vou falar de app de entrega de roupas, aluguel de roupa e brechós. Saiba mais!

, Brechós e aluguel de roupas: tendências sustentáveis de consumo consciente, Claudia Ruete, Claudia Ruete

Brechós

Como já sabemos, o mercado fashion é um dos grandes responsáveis pela poluição no planeta. Por isso, muitas marcas estão buscando alternativas sustentáveis para reverter isso. O fast fashion saiu de moda para abrir espaço para o slow fashion, que representa o consumo consciente. E essa realidade sustentável está crescendo e é uma tendência para o futuro.

Essa tendência também é realidade entre o público A e B, que buscam compartilhar ou comprar peças de marca de segunda mão. O que antes era algo impensável, fora do que era considera status, hoje é uma busca pelo consumo consciente. De acordo com a pesquisa sobre consumo de luxo feita pela Boston Consulting Group, o serviço de aluguel de roupas de segunda mão cresce cerca de 12% ao ano dentre este público.

, Brechós e aluguel de roupas: tendências sustentáveis de consumo consciente, Claudia Ruete, Claudia Ruete

Com a ajuda da tecnologia, surgem app e sites de aluguel de roupas e acessórios de luxo que estão fazendo sucesso com este público. Os brechós por assinatura é um segmento que surgiu desta tendência e uma das marcas pioneiras no Brasil é o Roupateca, que fica em Pinheiros, São Paulo, e se autodenomina como “guarda-roupa compartilhado”.

O serviço funciona da seguinte forma: o cliente paga uma assinatura mensal, que varia entre R$100 a R$450 por mês, para escolher peças novas a cada 15 dias. Alguns desses pacotes mensais têm curadoria de influenciadoras digitais, como consultoras de estilo. Incrível, não é mesmo? Você consegue escolher diversas peças durante o mês pagando um valor fixo por todas elas e isso sem ter que ficar com nada “preso” no armário.

App de entrega de roupa

, Brechós e aluguel de roupas: tendências sustentáveis de consumo consciente, Claudia Ruete, Claudia Ruete

Para que existe app de entrega de roupa? Justamente para entregar um serviço mais personalizado. Os deliveries de roupa em casa têm como foco a compra inteligente. Ou seja, ter um guarda-roupa versátil e criado com a ajuda de uma stylist ou consultora de imagem. Essa ideia é incrível porque é baseada no serviço de consultoria de imagem. É um serviço personalizado com foco no consumo consciente.

Assim é o site Mandala Clothing, que entrega em casa todas as peças que você experimenta antes de comprar. Ou seja, você preenche um cadastro no site indicando suas preferências de estilo. Depois é enviado para o endereço solicitado uma mala com as peças de acordo com o que você preencheu no seu cadastro. A ideia é diminuir o tempo que as pessoas gastam no shopping e, portanto, diminuir o consumo desenfreado.

Outro serviço bem parecido é um app chamado iCloset, onde você preenche também um formulário de estilo e marcas de sua preferência. Uma consultora analisa o seu formulário e envia para sua casa uma seleção de peças para que você veja e escolha as que mais te interessam. Muito legal, certo?

Aluguel de roupa

, Brechós e aluguel de roupas: tendências sustentáveis de consumo consciente, Claudia Ruete, Claudia Ruete

Essas iniciativas são incríveis e se engana quem pensa que as marcas fast fashion não estão observando essas tendências. Nada passa despercebido e um exemplo disso é um novo serviço oferecido pela marca H&M: uma coleção disponível apenas para aluguel. Infelizmente, este serviço está sendo oferecido inicialmente apenas na flagship, em Estocolmo.

Como funciona?

A H&M lançou uma coleção limitada com mais ou menos 50 vestidos e saias derivados das coleções Conscious Exclusive entre 2012 e 2019 ,que custam cerca de US$ 36. Quando as roupas voltam para a loja, elas são lavadas a seco.

É interessante ver como as marcas fast fashion estão buscando alternativas para ajudar a tornar o mundo um lugar melhor para viver. Eu adorei e você? Me conte o que você achou!

Para acompanhar mais de perto as tendências e dicas de life style e cultura me segue também no Instagram. Assim você fica por dentro das novidades. E é como eu sempre falo, não se esqueça que a sua imagem pessoal deve refletir a sua personalidade sempre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Claudia Ruete